29 de março de 2011

Sistema Reprodutor Feminino

O aparelho reprodutor feminino é constituído de ovários, trompas de Falópio, útero, cérvix uterino e vagina. Os ovários, as tubas uterinas e o útero da fêmea sexualmente madura sofrem grandes alterações estruturais e funcionais associadas ao ciclo menstrual e à gestação. Estas alterações cíclicas são reguladas por mecanismos hormonais e neurais. O início da fase reprodutiva, marcada pelo início dos ciclos menstruais, é conhecido como menarca, ocorrendo entre 9 e 14 anos de idade. A menarca marca o fim da puberdade e inicio da vida reprodutiva, que dura cerca de 40 anos. Durante esta fase de vida os ciclos menstruais duram de 28 a 30 dias. Entre os 45 e 55 anos, os ciclos menstruais tornam-se mais irregulares e depois cessam. Esta alteração de função reprodutora é conhecida como menopausa ou climatério. O aparelho reprodutor para de funcionar e atrofia após o termino da fase menstrual.
Ovário
O ovário tem duas funções inter-relacionadas: a produção de gametas e a produção de hormônios. A gametogênese denomina-se ovogênese, os gametas em desenvolvimento são os ovócitos e o gameta feminino maduro denomina-se óvulo. Os hormônios secretados pelos ovários funcionam na regulação da maturação dos ovócitos como também no desenvolvimento e maturação dos órgãos genitais, dos caracteres sexuais secundários e das glândulas mamárias.
O ovário tem forma arredondada com diâmetro de 4cm, sendo que após a menopausa seu tamanho diminui até um quarto do tamanho em período reprodutivo.
Óvulo
O óvulo é uma célula grande, contendo um núcleo em processo de divisão meiótica incompleto, o qual será finalizado após a penetração do espermatozóide.
Todo o material necessário para iniciar o crescimento e desenvolvimento deve estar estocado no óvulo maduro.
Ovulação
A ovulação é o processo pelo qual um ovócito secundário é liberado do folículo ovariano. A ovulação ocorre devido a uma ruptura do folículo totalmente maduro no meio do ciclo menstrual.
Tuba Uterina, Oviduto ou (Trompa de Falópio).
Os ovidutos transportam o óvulo de cada um dos ovários até o útero, propiciando o meio necessário para a fertilização e o desenvolvimento inicial do concepto, na sua passagem para o estágio de mórula. Cada tuba tem aproximadamente 10 cm de comprimento e apresenta uma das extremidades adjacentes ao ovário e aberta para a cavidade peritoneal e a outra extremidade comunica-se com a cavidade uterina. A Tuba Uterina pode ser dividida em quatro partes a olho nu. O Infundíbulo onde se observa fímbrias que são estruturas frangeadas e que tocam o ovário no momento da ovulação, impedindo que o óvulo caia na cavidade peritoneal. A Ampola onde normalmente ocorre a fertilização. O Istmo, adjacente ao Útero; o Segmento Uterino já na parede do útero.
Útero
É um órgão oco, em forma de pêra, localizado na pelve, entre a bexiga e o reto e apresentando sua luz contínua com a luz das tubas e da vagina. Tem função de receber a mórula e propiciar o desenvolvimento do embrião e feto.
Anatomicamente, o útero é dividido em duas partes, o corpo (porção superior) e o cérvice (porção inferior estreita). No corpo observa-se uma porção arredondada denominada fundo; no cérvice, a luz é denominada canal endocervical e é delimitada por dois orifícios, o interno que liga o canal com o corpo e a externo que se comunica com a vagina. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VOTAÇÃO TOP 30/2014